Descalvado, 10 de Dezembro de 2018 Busca:   
Brasil e Mundo

Hacker invade duas contas bancárias de comerciante e rouba R$ 12,5 mil

22/03/2013

Crimes pela internet aumentaram 57% no Estado de São Paulo, diz SSP.
Polícia Federal de Araraquara afirmou que na região também há casos.


O comerciante Sidney Miguel Mendes, de Araraquara (SP), teve todo o dinheiro de duas contas bancárias retirado por um hacker em duas semanas. No total, R$ 12,5 mil foram transferidos para agências no nordeste. “Eles roubaram até o meu limite, fiquei negativo e não tinha a quem recorrer”, contou Mendes que ficou de dois a três dias sem ter como pagar contas, até que o banco fizesse o ressarcimento.

O comerciante faz todas as operações bancárias pela internet e nunca teve medo. “Eu tiro extrato, pago contas, faço transferência, só não faço saques pela internet”, brincou. Mas quando foi acessar sua conta, no início do mês, levou um susto.

“Eu acessei o site do banco e vi que tinha cinco saques de uma vez só e eu não tinha feito aquilo. Quando fui tentar entender o que estava acontecendo, o site travou. Aí liguei no 0800 do banco para pedir ajuda. A princípio eles acharam que eu tinha feito algo errado, mas depois viram que foi um hacker mesmo e me ressarciram os R$ 8,5 mil que tinham roubado desta vez”, contou Mendes.

Na semana seguinte, a conta dele em outro banco foi esvaziada. “Desta vez levaram R$ 4 mil, era tudo que eu tinha até no limite. O processo foi o mesmo e fui ressarcido três dias depois”, relatou Mendes que diz tomar todos os cuidados com a segurança.

Aumento de crimes
Os crimes pela internet aumentaram 57% no Estado de São Paulo, em 2012, se comparado a 2011, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Entre as ocorrências mais comuns estão as de roubos de senhas bancárias, estelionato e pedofilia.

A Polícia Federal de Araraquara afirmou que já foram registrados vários casos de crimes virtuais na região, em especial na cidade e em Porto Ferreira, mas que nem sempre eles são apurados localmente, por isso não há um levantamento do número de ocorrências. A PF mantém um e-mail para receber denúncias dessa natureza (crime.internet@dpf.gov.br) e a partir dele faz as apurações.

Denúncia online
Para combater os crimes cibernéticos, o Ministério Público Federal (MPF) mantém um canal específico de denúncias. Por meio do canal chamado Digi-Denúncia, a pessoa pode detalhar ainda mais o tipo de crime.

O formulário apresenta mais opções ao denunciante como, por exemplo, a identificação dos envolvidos e a indicação de testemunhas, o que é importante para que o órgão possa apurar a denúncia com mais eficiência.

Como denunciar
Para fazer a denúncia, basta entrar no site do MPF e acessar o link do Digi-Denúncia, disponível no topo da página. Após relatado o fato, as informações são encaminhadas ao setor jurídico responsável pela triagem (criminal ou cível) e a partir daí, o trabalho de investigação é encaminhado ao setor responsável, de acordo com a natureza do crime. A identidade do denunciante sempre será preservada.

G1











Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados