Descalvado, 17 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Rigor na lei seca faz bares buscarem alternativas para manterem as vendas

16/04/2013

Consumo de bebidas alcoólicas diminuiu 15% nos bares de São Carlos, SP. "Entregas aumentaram 40%", diz proprietário de distribuidora de bebidas.

Com a lei seca mais rigorosa, bares da região de São Carlos (SP) procuram alternativas para manter as vendas. O rigor na lei tem mudado os hábitos dos motoristas e isso refletiu no comércio. O aperto na fiscalização fez o movimento dos bares e das boates diminuir em todo o estado. Segundo um levantamento da associação que representa o setor, a queda foi de aproximadamente 20%. Mas isso não quer dizer que as pessoas estejam bebendo menos, o que tem mudado é o local onde a bebida é consumida.

Ana Tereza Constanzo é dona de um bar e disse que o consumo de bebidas alcoólicas diminuiu 15% no estabelecimento. Para não perder clientes, ela buscou parcerias. “Fechamos uma parceria com uma companhia de táxi, para a gente disponibilizar para o nosso cliente. Tanto para ir buscar se eles quiserem, como também para levá-los para casa no final da noite”, explicou.

Segundo o presidente do Sindicado dos Trabalhadores Hoteleiros (Sintshogastro) de São Carlos Manuel Simões Pires, as pessoas têm bebido menos nos bares e restaurantes. “Mas em compensação compram nos supermercados ou nas lojas de conveniência para levar para casa”, disse.

Em lojas que entregam bebidas, o movimento aumentou. Para o dono de uma distribuidora, André Cambi, depois da nova lei seca, o aumento no número de entregas foi de 40%. “Estamos até pensando em colocar um novo veículo para entrega e aumentar o quadro de funcionários até o final do ano, de seis para nove pessoas”, comemorou.

O mecânico Wellington Benjamim é um dos que preferem comprar na distribuidora e levar para casa. Ele não pensa em se arriscar. “Eu dependo muito da minha carta de motorista para realizar o meu trabalho. Não posso nem pensar em receber uma multa e perder a habilitação”, disse.

Novos hábitos
Ainda é possível fazer a festa nos bares, entretanto, é preciso se programar. Muitos já preferem deixar o carro em casa e chamar um táxi para poder beber. Outros preferem escolher uma pessoa para ser o motorista, que vai beber apenas água a noite toda.

Alguns estudantes trocaram o bar pelas festas em casa mesmo e agora preferem beber na própria república. “A gente passou a beber mais em casa mesmo. Começamos a sair menos. Passamos a chamar mais a galera para vir para nossa casa, para tomar uma cerveja aqui. Fazemos a festa por aqui”, revelou o estudante Bart Flipsen.




Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados